Como aumentar as chances de seu e-mail chegar na caixa de entrada

Existem uma série de atitudes que podem levar à inclusão em uma Blacklist, que nada mais é do que o bloqueio do envio de seus e-mails marketing para toda sua base.  O envio de e-mails em grandes quantidades para destinatários que não optaram por receber suas mensagens, enviar conteúdo inadequado como pornografia ou mesmo o envio materiais nocivos como vírus são consideradas práticas irregulares que podem acabar te incluindo na Blacklist.

É necessário assumir boas práticas no envio de seus e-mails para que você não seja identificado como spammer e tenha sucesso para chegar na caixa de entrada de seus remetentes, listamos abaixo sete delas.

1) Nunca recorra a listas pagas

Construir seu mailing à partir de listas pagas representam um grande perigo para sua reputação na web, você estará invadindo a caixa de entrada sem prévia autorização de seus destinatários, a chance de ser marcado como Spam é muito alta. Além disso, ao comprar uma lista você não tem ideia do perfil de cada nome ali apresentado, isso quer dizer, que suas campanhas não estão segmentadas de acordo com o seu público alvo.

2) Identifique-se

Crie um e-mail com o nome da sua empresa para passar credibilidade, isso facilitará o contato. Se o seu endereço através do qual você envia seus e-mails não é facilmente reconhecido e identificado, as pessoas irão colocá-lo na caixa de Spam. Use sempre o seu nome ou o nome de sua marca, com um domínio personalizado.

3) Não use assuntos enganosos

Não queira enganar o leitor com assuntos que não estejam relacionados ao seu conteúdo. Seja atrativo sem enganar seus leitores e caso seu conteúdo seja um anúncio, deixe isso explícito de forma clara.

4) Evite assinaturas dobradas

Procure autorizar somente uma assinatura para cada e-mail. Quando os remetentes cadastram seus e-mails mais de uma vez por esquecimento, acabam sendo importunadas com e-mails repetidos. Se for necessário, utilize uma ferramenta como o Excel para filtrar destinatários repetidos.

5) Use links ao invés de anexos

Evite enviar anexos sem a prévia autorização de seu remetente. Crie um corpo de texto completo com todas as informações e dê preferência a links de acesso para o envio materiais como apresentações comerciais.

6) Cuidado com algumas palavras específicas

Evite usar palavras e expressões como: grátis, fique rico rapidamente, oportunidade, sorteio e serviços de empréstimo de dinheiro. Na maioria das vezes, elas são classificadas como spam diretamente, pelo próprio cliente de e-mail (como Gmail, Hotmail, etc).

7) Permita o descadastro

Sempre dê a opção para que o usuário cancele sua assinatura, ou seja, um descadastramento (Opt Out). Essa opção é a melhor maneira de manter um bom relacionamento com seu recebedor de e-mails. Ela dá a liberdade para que os clientes deixem de receber seus e-mails quando assim desejarem.

Em contrapartida, aproveite o  rodapé do e-mail e utilize este espaço para sugerir que as pessoas coloquem o seu endereço de e-mail nas listas de contato, assim elas não perdem nenhuma informação e a chance de sua mensagem cair na caixa de “spam” é bem menor.

8) Dialogue com seu público-alvo

Quando você envia materiais que fazem sentido para as pessoas, é pouco provável que elas adicionem o seu endereço à lista de spam. Isso é importante pois quando um remetente tem seu e-mail marcado diversas vezes como spam, ele automaticamente passa a ser bloqueado pelos servidores. Isso significa que mesmo quem deseja receber seus e-mails, pode deixar de receber, por isso, lembre-se de sempre enviar conteúdos interessantes e pertinentes, que sejam específicos para os seus destinatários.

 

 

Comentários

Comentários

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *