DNS: Como acontece a mágica da Internet

Como é feita a leitura de seu domínio na barra do navegador

Ao digitar um endereço em sua barra do navegador, rapidamente um site apresenta-se em sua tela como mágica, não é mesmo?  Bem, garantimos que existe um processo complexo por trás deste processo. O DNS (Domain Name System) é a ferramenta que assegura que você tenha acesso ao site que buscou em seu navegador, sem ela a internet que conhecemos hoje em dia não seria possível.  Neste post vamos entender um pouco sobre o que é o DNS e como ele funciona.

Existem duas formas de nomearmos um endereço web, pelo seu nome: https://bs2.com.br/ ou pelo seu IP: 200.203.183.34. Como você pode imaginar, associar um site a um nome é muito mais fácil do que decorar uma série de números toda vez que quiser acessar alguma página na internet. O DNS age traduzindo nomes para os endereços IP e vice-versa. Pense nele como um imenso guia telefônico comput que agiliza o encontro de endereços na web.

Como o DNS funciona?

O processo que acontece em apenas alguns milissegundos começa no navegador. Ao digitarmos o nome de um site no navegador, você pede ao DNS que traduza este nome em um IP. Para a tradução, o DNS precisa buscar onde esta sequência de números está localizada.

A consulta ocorre inicialmente em um cache próprio (servidor da rede interna ou algum servidor público conforme configurado). Caso ele não encontre a informação desejada, irá buscar dentro do que chamamos de hierarquia dos servidores DNS.

Dentro desta hierarquia existem 3 classes. Cada uma é responsável pela decodificação de uma parte do nome, sendo elas:

 

  1. Root ou raiz: esta classe age lendo o nome do domínio da direita para a esquerda e os direcionando para os servidores TLD mais apropriados para continuar a sua tradução. Existem 13 destes servidores espalhados pelo mundo.  
  2. Servidores TLD serão responsáveis por domínios de alto nível, como o “.com”, “.org” e “.br”.  Eles irão traduzir mais uma parte do nome e encaminhar para a etapa final que é o servidor Autoritativo.
  3. Os servidores Autoritativo são as fontes onde são criados os registros que associam um domínio ao seu endereço IP. Aqui ocorre a etapa final da tradução.

A tradução ficará salva no cache local e no computador, repassando para o navegador, que abrirá uma conexão com o servidor web para receber o site  e exibi-lo na tela do computador. E acredite, tudo isso, em frações de segundo!

Consulta de DNS pelos servidores BS2

Por motivos de segurança e seguindo as recomendações da Cert.br, a BS2 não libera a consulta de DNS através de nossos servidores. Para que você não sofra interrupções na sua internet, basta alterar os servidores DNS Preferencial e Secundário  de seu computador (Aonde são feitas as buscas iniciais de DNS) para um dos servidores abaixo:

  • Google – 8.8.8.8 e 8.8.4.4
  • Level3 – 4.2.2.1 e 4.2.2.2
  • GVT 200.175.5.139 e 200.175.89.139
  • BRT 201.10.120.2 e 201.10.128.3

Segue abaixo um vídeo-tutorial explicando como alterar o DNS em seu computador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.