Porque você deve ter um logo vetorizado

Chegou aquela hora de dar cara para a sua marca e bateu a dúvida entre logo em bitmap ou logo vetorizado? Entenda cada um destes formatos e saiba como ter um logo profissional.

O logotipo é a assinatura visual de sua empresa, traduzindo visualmente a personalidade que você construiu para sua marca.  Dentre uma série de recomendações para a construção de um logotipo, o formato de imagem merece uma atenção especial. Neste post vamos explicar a diferença entre imagens bitmap e vetoriais.  Entenda também porque um logo vetorizado pode te poupar muita dor de cabeça. 

Arquivos Bitmap

As imagens salvas em bitmap (ou raster) podem ser simplificadas para pixels mapeados. Simplificando, ela é formada por uma porção de quadradinhos que armazenam informações de cor e luminosidade e que juntos formam a imagem.

Os formatos de arquivos comuns de bitmap incluem o GIF, JPEG e PNG  para uso na internet e o formato TIFF para impressão. O principal problema em se trabalhar com o bitmap é que ao ampliar a imagem, ela perde sua definição e sua qualidade também acaba sendo comprometida.  

Arquivos Vetoriais

As imagens vetoriais são  feitas através de cálculos matemáticos em seu computador. As imagens vetorizadas partem do princípio de um ponto inicial e um final para cada linha. Os ângulos desta linha também serão levado em consideração caso ela seja curva. Os formatos mais comuns de imagens vetoriais são EPS, CDR e AI. A grande vantagem das imagens vetoriais é que elas podem ser redimensionadas sem perder a sua qualidade.

Todo logo deve estar vetorizado

logo vetorizado O seu logo é o maior porta-voz de sua identidade visual. É de se esperar que ele apareça em seus cartões de visita, no seu site, em páginas das redes sociais, em banners, folders, embalagens dentre tantos outros.

Se você optar por um logo em bitmap, você estará restrito ao seu tamanho físico já definido. Caso você ultrapasse esse tamanho, a qualidade da imagem será afetada. Alterações na disposição dos pixels podem fazer com que o computador crie novos pixels, gerando assim, aquelas imagens desfocadas, ou toda quadriculada.

Logos devem ser feitos em vetor justamente pela flexibilidade que esse formato oferece. Uma vez que as imagens são compostas por cálculos matemáticos, é possível multiplicá-la infinitas vezes que sua qualidade continuará a mesma. Desta forma você se protege do retrabalho. Imagine ter que refazer a logo toda vez que ela for ser ser aplicada em uma mídia diferente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.